NAÇÃO FREESTYLE / FREESTYLE NATION

Seja Bem vindo a este blog que tem o intuito de divulgar os artistas freestyle internacionais e nacionais. Aqui você vai saber um pouco de sua história, curiosidades e de tudo que tá rolando sobre esse ritimo empolgante.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

FELIX


Fernando Felix descobriu o Freestyle no final dos anos 80 depois de ouvir o clássico “Fantasy Girl”. A partir daquele momento ele sabia que o Freestyle se tornaria uma parte importante de sua vida. Logo começou a escrever e produzir músicas como um estudante do Ensino Médio no Programa de Tecnologia de Música de San Diego, Califórnia. Durante esse tempo, ele produziu e co-escreveu algumas canções com Frankie Boy, Leticia, Tury-Q e entre outros artistas locais.

Depois de terminar o Colegial, Fernando Felix começou a se apresentar em feiras de automóveis, escolas locais e clubes da cidade. Em 1993, Felix voltou ao Programa de Tecnologia de Música para escrever, produzir e cantar duas faixas “Don’t Cry Over Him” e “Heartbeat” no projeto de Cd escolar chamado “Of A Original Persuarsion”, onde recebeu boas críticas.

Em 1995, ele lançou um EP com músicas em espanhol. Naquele mesmo ano, Felix também assinou com a Ten-Lion Records em LinkMiami, onde lançou seu primeiro duplo single “Don’t Cry Over Him/Leave It All Behind”. Um ano depois mais um duplo single foi lançado “How Can I Believe/Color Of Love” pela Ten Destune Records. E agora, graças à revolução da música digital, Felix produziu novas músicas e relançou seus antigos sucessos.

FELIX - DON'T CRY OVER HIM (REMIX)

1995 Ten Lion Records

FELIX - DON'T CRY OVER HIM (MELLOW MIX)

1995 Magic Apple Records

FELIX - LEAVE IT ALL BEHIND (CLUB)

1995 Magic Apple Records

FELIX - HOW CAN I BELIEVE (CRY BABY MIX)

1996 Ten Destune Records

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

ADAM MARANO

Ele começou sua carreira aos 18 anos de idade no Sigma Sound Studios na Filadélfia, onde teve a sorte de aprimorar suas habilidades de gravação. Este campo de treinamento foi muito importante para sua carreira que viria futuramente como produtor, escritor, editor, músico e artista. Ele se tornou um dos poucos artistas multi instrumentistas no mercado da música. Seu primeiro trabalho como artista foi no single “Then Came You” sob o nome T.P.E. (The Philadelphia Experiment) na Goyks Records em 1991. Esse single fez grande sucesso na Filadélfia ao lado de outros artistas locais como Marré, Ton-De-Jon, Color Blind, além de Jamie e Denine, em que Adam Marano também ajudou a produzir-los.

Em 1992, “Then Came You” foi re-lançada nacionalmente pela Micmac Records, assim como o segundo single “Forever And A Day”, que contém o vocal feminino de Jade Starling do grupo Pretty Poison. Neste mesmo ano foi lançado o álbum T.P.E. featuring Adam Marano, além de outras faixas que se destacaram como “Never Say Goodbye”, “Silent Night” e “Dance With Me”.

Em 1993, o Freestyle sobrevivia no underground e muitos produtores e artistas tentaram dar uma nova cara para ele, mas sem sucesso. Nesse ano, Adam Marano lançou o grupo Collage na música “I’ll Be Loving You” junto com o vocalista Anthony Monteleone, através da coletânea Viper’s Freestyle Hits. Inesperadamente essa música tocou na rádio Hot 97 e trouxe de volta o Freestyle ao sucesso nacional e porque não dizer mundial. Aqui no Brasil, essa música foi uma das mais executadas no segmento Melody Internacional. Inicialmente “I’ll Be Loving You” foi taxada como fogo de palha, ou seja, como sucesso passageiro. Mas para alegria dos fãs, essa música ficou 10 semanas no Top 40 da Billboard, a parada mais importante americana. Esse sucesso fez com que o mercado investisse numa maior procura do produto Freestyle.

Em 1994, o Collage lançou o segundo single “Gangster Of Love” e Adam Marano produziria vários artistas naquele ano como Denine, Alexia Phillips, Chris Phillips, Rockell, Nino, Stephanie Marano, Angela Garcia, San-Ta-Vez, Shayme entre outros. Ainda nesse mesmo ano, o Collage lançou o primeiro álbum Chapter One e mais um single de sucesso se seguiu “Diana”. Outra música do Collage que foi bastante executada aqui no Brasil. Adam Marano se juntaria aos irmãos canadenses Alexia Phillips e Chris Phillips no projeto Marano/Phillips onde lançaram um duplo single “How Could You Love Me” e “If We Never Say Goodbye”. Mais tarde saiu o álbum “Marano/Phillips” onde o trio lançou outras músicas cantando também em individual.

Em 1999, foi lançado o segundo álbum do Collage - Chapter II, após 5 anos do lançamento de seu primeiro. Destacou-se nesse álbum a faixa “Angel”. O terceiro álbum Chapter 3, foi lançado em 2001 destacando a faixa “Tonight”. Em 2007, foi realizado o quarto e último álbum do Collage – Chapter 4 destacando a faixa “Higher”. Muitos especulam que Adam Marano usou vários apelidos como artista para lançar suas músicas, entre eles estão Shayme, 1 A.M., DMX, Naam, Rapture, Tempest, Joey Delfino entre outros. Ouçam esses artistas e tirem suas conclusões.

TPE - THEN CAME YOU (CLUB)

1991 Micmac Records

TPE - FOREVER AND A DAY (CLUB)

1992 Micmac Records

COLLAGE - I'LL BE LOVING YOU (CLUB MIX)

1993 Viper 7 Records

COLLAGE - GANGSTER OF LOVE (VIPER RADIO)

1994 Viper 7 Records

COLLAGE - DIANA (CLUB MIX)

1994 Viper 7 Records

COLLAGE - I CAN MAKE YOU FEEL (RADIO)

1995 Viper 7 Records

MARANO PHILLIPS - HOW COULD YOU LOVE ME (RADIO)

1993 Metropolitan Records

MARANO PHILLIPS - IF WE NEVER SAID GOODBYE (ODEON REMIX)

1993 Metropolitan Records

COLLAGE - ANGEL (EXTENDED CLUB)

1999 Metropolitan Records

COLLAGE - TONIGHT (BUDZ RADIO)

2001 ZYX Music

COLLAGE - HIGHER (ALBUM VERSION)

2007 ZYX Music

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

ROCKELL


Rachel Alexandra Mercaldo nasceu em Long Island, Nova York. Ela foi descoberta pelo produtor Ewart A. Wilson enquanto cantava “Killing Me Softly With His Song” num bar de um amigo. Na época, um homem se aproximou enquanto cantava a canção e lhe disse que tinha grande potencial e poderia até gravar um álbum. Ela não acreditou no que dizia aquele homem, mas para sua felicidade ele estava falando a verdade.

Wilson imediatamente escreveu e produziu o primeiro single de Rockell na música “I Fell In Love” e enviou para uma nova gravadora que surgia com força total no mercado chamada Robbins Entertainment de propriedade de Cory Robbins, que já havia formado uma gravadora nos anos 80, a famosa Profile Records. Ele estava de volta aos negócios da música e investiu pesado em novos e grandes artistas do Freestyle e da Dance Music.

Em 1996, o single “I Fell In Love” foi lançado e uma semana depois já era sucesso nos clubes e rádios especializadas. No ano seguinte Rockell apareceu com a polêmica “In A Dream”, trazendo o som Freestyle da California para Nova York. Essa mesma canção foi gravada na mesma época por outra cantora Freestyle chamada Jossette. Essa música causou um grande debate na comunidade Freestyle. As duas versões eram exatamente iguais, com uma pequena diferença no estilo vocal, causando até uma severa confusão em se saber quem realmente estava cantando, e que muitos ouvintes não sabiam que Jossette havia gravado primeiro.

Em 1998, foi lançado o primeiro álbum de Rockell “What Are You Looking At” e mais dois singles de sucesso “When I’m Gone” e o dueto com Collage “Cant We Try”, uma regravação da balada de Dan Hill em versão Freestyle. Em 2000, Rockell estava de volta ao sucesso com o single “The Dance” seguindo o estilo House totalmente diferente do estilo Freestyle que a consagrou. Mesmo assim foi lançado o segundo álbum “Instant Pleasure”, que mais tarde se seguiu mais dois singles “What U did 2 Me” e “Tears”.

ROCKELL - I FELL IN LOVE (EXTENDED VERSION)

1996 Robbins Entertainment

ROCKELL - I FELL IN LOVE (LENNY B's FREESTYLE CLUB MIX)

1997 Robbins Entertainment

ROCKELL - IN A DREAM (FREESTYLE MIX)

1997 Robbins Entertainment

ROCKELL - IN A DREAM (FUNKY MIX)

1997 Robbins Entertainment

ROCKELL - WHEN I'M GONE (ALBUM VERSION)

1998 Robbins Entertainment

ROCKELL - CAN'T WE TRY (ORIGINAL RADIO VERSION)

1998 Robbins Entertainment

ROCKELL - DREAM BOY DREAM GIRL (ALBUM VERSION)

1998 Robbins Entertainment

ROCKELL - WHAT U DID 2 ME (ALBUM VERSION)

2000 Robbins Entertainment

ROCKELL - TEARS (ORIGINAL VERSION)

2002 Robbins Entertainment

quarta-feira, 20 de julho de 2011

MIGUEL REYES


A carreira de Miguel Reyes Jr começou quando ele foi convidado para ser o cantor líder do grupo Full Afekt. Três amigos, Robert Pacheco, Bobby Rodriguez e Larry Webb decidiram formar um grupo. Um amigo em comum falou de Miguel, que mandou uma fita demo para a gravadora e foi ai que eles o convidaram e o Full Afekt nasceu com o lançamento do primeiro single “Remember The Days” de 1990.

Nesse período Miguel conheceu através de um amigo que trabalhava numa loja de discos o cantor Sammy C, que estava lançando o seu primeiro single “In Your Eyes” na sua própria gravadora independente, a Hot Streak Records. Em 1992, ambos se encontraram na Afecta Records para lançar seus novos singles. Full Afekt com “Don’t Leave Me Now” e Sammy C com “A Distant Memory”, que inclusive fez o backing vocal dessa canção. Mas, Infelizmente a Afecta Records fechou as portas um ano depois, chegando ao seu fim.

Passados dois anos ausente (1993 e 1994), Miguel Reyes não havia gravado nenhum single. Dedicou esse período em escrever algumas canções e praticar artes marciais e esperando uma nova oportunidade. Já o amigo Sammy C teve mais sorte, gravou mais três singles em diferentes gravadoras. Agora fixo na Tazmania Records, falou sobre o amigo Miguel ao seu produtor, que logo o chamou para gravar seu primeiro single como cantor solo. Então eles gravaram uma canção que o próprio Miguel escreveu durante sua ausência “Those Were The Times”.

O single “Those Were The Times” fez um grande sucesso durante grande parte do ano e ele realizou mais dois novos singles durante 1995, “Someday” e “Out Of My Mind”. Muitas pessoas ficaram impressionados com a sua voz única e incrívelmente bela. Nesse mesmo ano Miguel foi indicado como “Melhor Vocalista Masculino” no Freestyle Awards da revista D.M.A. especializada na cena Freestyle.

No ano seguinte, saiu o tão esperado álbum “May & Everything After” na Tazmania Records e distribuído pela Metropolitan Records. Na verdade, esse álbum já estava concluído desde 1995, mas a Metropolitan decidiu não lançá-lo, depois que o primeiro single “Those Were The Times” despencou nas paradas de Chicago. Então a gravadora resolveu promover o segundo single “Someday”. Segundo Miguel, o seu álbum só foi lançado após uma entrevista que ele deu para a revista D.M.A., criticando a Metropolitan como má distribuidora.

Ainda em 1996, foram lançados mais dois singles “Because Of You” e “You’re My Everything”. Miguel Reyes não ficou muito feliz com a Tazmania também e acabou deixando a gravadora e se dedicando à família. Em 1998, Miguel Reyes foi convidado para gravar “Feel Like The First Time” produzido por J.J. Flores e Tim Spinnin Schommer na Trhrob Records de Chicago, mas o projeto não foi em frente devido a cena Freestyle de Chicago está praticamente morta naquele ano.

Depois de nova ausência de 2 anos, Miguel Reyes estava devolta em 2001, com o remix de “Those Were The Times” em versão Freestyle Progressivo, tentando alcançar a nova geração. Quando não se pensava mais em Miguel Reyes, ele voltou em 2008, com o single “When You Were Born”, música inspirada em seu filho, segundo ele, essa canção tem uma forte mensagem espiritual.

FULL AFEKT - REMEMBER THE DAYS (CLUB MIX)

1990 Afecta Records

FULL AFEKT - DON'T LEAVE ME NOW (CLUB)

1992 Afecta Records

FULL AFEKT - OUT OF MY MIND (CLUB MIX)

1992 Afecta Records

MIGUEL REYES - THOSE WERE THE TIMES (CLUB MIX)

1994 Tazmania Records

MIGUEL REYES - THOSE WERE THE TIMES (MIAMI MIX)

1994 Tazmania Records

MIGUEL REYES - SOMEDAY (RADIO MIX)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - BECAUSE OF YOU (RADIO MIX)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - YOU'RE MY EVERYTHING (RADIO MIX)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - ABOUT LAST NIGHT (ALBUM VERSION)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - FOREVER YOUNG (ALBUM VERSION)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - I SACRIFICED (ALBUM VERSION)

1996 Tazmania Records

MIGUEL REYES - WHEN YOU WERE BORN (FULL AFEKT CLUB REMIX)

2007 MRJ Records

MIGUEL REYES - WHEN YOU WERE BORN (RADIO MAIN MIX 1)

2007 MRJ Records

segunda-feira, 27 de junho de 2011

SAMMY C


Tudo começou em Nova Jersey, quando Samuel “Cazio” Roman comprou seu primeiro teclado Casio CZ 1000, onde começou a compor suas melodias. Seu irmão Edwin Roman ajudou a mesclar sua música com letras. Depois de mostrar suas composições para as gravadoras, sem sucesso, Samuel decidiu cantar e fazer uma demo de suas canções. Os seus amigos o encorajaram a seguir a carreira de cantor, em vez de um compositor. Então nascia ali o cantor Sammy C (o “C” em homenagem ao Casio CZ 1000).

Em 1990, ele iniciou a sua própria gravadora independente a Hot Streak Records, onde lançou o seu primeiro sucesso “In Your Eyes”. Que tocou em vários clubes e rádios da Filadélfia, como a Q102 FM. Mais tarde, se juntou a Afecta Records para lançar seu segundo single “A Distant Memory”, em 1992. Na Afecta Records ficou amigo de Miguel Reyes Jr., que inclusive fez o background dessa canção. Novamente o seu segundo single foi bem tocados nos clubes e rádios da Filadélfia.

Em 1993, ele assinou com a Viper 7 Records para lançar o seu terceiro single “Faded Destiny”. Essa canção entrou para a compilação Freestyle Viper vol.1, compilação essa que fez um grande sucesso naquele ano. Já em 1994, Sammy C assinou com a Tazmania Records, outra gravadora da Filadélfia, para lançar o seu quarto single “If You Wanted To Love”. Nessa época ele já se tornara um grande cantor da cena Freestyle em todo pais.

No ano seguinte, foi lançado mais um single “Other Part Of Me”, que se tornou seu maior sucesso naquela gravadora. Em 1996, ele lançou “Tonight” e no ano seguinte “The First Time”. Depois, ficou um tempo desaparecido, mas escrevendo canções para outros artistas da Tazmania, inclusive seu amigo de longa data Miguel Reyes. Participou também da coletânea de Natal “A Freestyle Christimas”, lançada pela Metropolitan Records com a canção “Little Drummer Boy”. Mais tarde Sammy C lançou uma compilação “Taking It Through The Millenium And Beyond” com antigas e novas musicas.


SAMMY C - IN YOUR EYES (12'' CLUB VERSION)

1990 Hot Streak Records

SAMMY C - A DISTANT MEMORY (A DISTANT CLUB MIX)

1992 Afecta Records

SAMMY C - FADED DESTINY (SCHOMMER'S CLUB MIX)

1993 Viper 7 Records

SAMMY C - FADED DESTINY (POWER 96 CLUB MIX)

1993 Viper 7 Records

SAMMY C - FADED DESTINY (HYPE MIX)

1993 Viper 7 Records

SAMMY C - IF YOU WANTED TO LOVE (RADIO MIX)

1994 Tazmania Records

SAMMY C - OTHER PART OF ME (RADIO MIX)

1995 Tazmania Records

SAMMY C - TONIGHT (RADIO MIX)

1996 Tazmania Records

SAMMY C - THE FIRST TIME (RADIO MIX)

1997 Tazmania Records

SAMMY C - MY MOTHER WARNED ME (DAWN MIX)

1999 Romemppro Records

SAMMY C - MY MOTHER WARNED ME (ALBUM VERSION)

1999 Romemppro Records

SAMMY C - STAY WITH ME TONIGHT (ALBUM VERSION)

1999 Romemppro Records